Taquari e ISEV assinam termos para reforma do Hospital

A Prefeitura de Taquari, junto com o Instituto de Saúde e Educação Vida (Isev), em ato ocorrido na Câmara de Vereadores nesta sexta-feira, dia 18 de setembro, marcou o lançamento do edital que encaminhará a construção de novo Centro de Imagem, dez leitos em uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e aumento da estrutura de atendimento de urgência e emergência no hospital taquariense. Na ocasião, também foi assinado um termo de cooperação técnica entre as partes.

media_Assinatura_Termo_de_Cooperao_Tcnica_Juarez_Crdito_Aline_Ben

O prefeito Emanuel Hassen de Jesus, o Maneco, ao lado de representantes estaduais e municipais, e do presidente do ISEV, Juarez Ramos dos Santos, destacou para a plateia presente a relevância de se ter serviços de saúde essenciais e de qualidade em Taquari. “Tenho certeza de que hoje é um dos dias mais importantes dos últimos anos na nossa cidade. O pontapé inicial para a viabilização dessas obras é um marco na história. Um dos compromissos de nossa gestão é fazer todos os investimentos que estiverem ao nosso alcance na área da saúde. Não dá para dimensionar o tamanho da importância que é ter leitos de UTI em Taquari”, disse.

Para Maneco, as obras significam um grande salto de qualidade. “É um sonho do município que está sendo realizado, principalmente em relação à UTI. Será um ganho imensurável, com qualificação dos equipamentos disponíveis, da estrutura oferecida e da equipe médica, pois nos permitirá atrair profissionais cada vez mais capacitados”, frisou. O tempo total do trabalho, do ato de lançamento do edital à conclusão da obra, deve durar de dez meses a um ano. “Além desse recurso, já temos R$ 2,5 milhões homologados no Governo Federal – R$ 2 milhões para a compra dos equipamentos e R$ 500 mil para reformas em outras áreas do hospital. Essa é uma emenda do ano passado, correspondente ao período em que o hoje secretário estadual da Educação Vieira da Cunha era deputado federal”, explicou.

Em seu discurso, Juarez citou os avanços conquistados pela instituição desde 2009, ano em que assumiu o hospital, cujo prédio corria sérios riscos de ser fechado. “Crescemos muito de lá pra cá, tanto em número de cirurgias e consultas realizadas quanto em estrutura. Com certeza os leitos de UTI serão fundamentais para um melhor funcionamento do hospital. Lutamos muito, nós e o Poder Público, o Estado e a União, para dar esse grande salto. Taquari também ganha com isso, pois nosso poder de barganha com os fornecedores aumenta, e a possibilidade de centralização dos serviços idem”, afirmou.

Fonte: Jornal O Informativo do Vale